A Indústria dos Laticínios está hoje mais resiliente

27 abril 2021

A Covid-19 teve um grande impacto em vários setores da economia portuguesa e a indústria de laticínios não escapou ao cenário pandémico. A indústria láctea, como todo o sector alimentar, não deixou de se adaptar por forma a responder às necessidades mais imediatas.

Os produtos lácteos confirmaram-se como alimentos de primeira necessidade, e no romper da pandemia, imprescindíveis nos lares portugueses. Alimentos básicos que transmitiram e transmitem segurança alimentar, saúde e nutrição.

Com uma enorme preocupação para que não fosse desperdiçado um litro de leite, a Indústria de Lacticínios procedeu à recolha do leite no campo e garantiu o fornecimento de leite, queijo, iogurte e manteiga, entre outros derivados lácteos, aos consumidores, apesar das dificuldades com que se se viu confrontada.

Foi constante a necessidade de identificação dos pontos de constrangimento. Destaque para a necessidade de reforçar os procedimentos já implementados de higiene e segurança, por forma a garantir a saúde e segurança dos trabalhadores e a manutenção da regularidade das operações. "Regularidade" esta que não se viu isenta de um aumento de custos significativos para as empresas, de um sem número de problemas de logística e transporte, de uma enorme necessidade de gerir ausências e de adaptar, a um ritmo alucinante, as diferentes operações de fabrico e gestão stocks dos diversos produtos lácteos. A estes constrangimentos juntou-se um grave problema que se prendeu com a perda de mercados estratégicos, o fecho da restauração e da hotelaria, bem como o fecho das escolas.

2020 foi um ano em que a indústria de lacticínios se mostrou ainda mais colaborante, solidária e agradecida. Colaborante - pela disponibilidade e entreajuda encontrada entre os diferentes fabricantes, e na dinamização do canal Horeca. Solidária - porque reforçou as suas ações junto das famílias mais carenciadas, procedendo a um elevado número de doações. Agradecida - a todos os seus colaboradores e a todos os profissionais de saúde.

2020 foi um ano de "batalha" vivida com intensidade para que, com o resto da cadeia de valor, nada faltasse ao consumidor.

Ontem 26 de Abril foi o Dia da Produção Nacional, é por isso importante realçar o papel da Indústria dos Lacticínios como um setor estratégico do ponto de vista alimentar, social e económico.

Produtos Lácteos Produzidos:
2020 (ton)
Leite p/consumo 715


Diretora-Geral da ANIL
Maria Cândida Marramaque

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.