Mercado global de laticínios atingirá 580 mil milhões de euros

31 julho 2019

O mercado global de produtos lácteos deverá crescer a uma média de 5,2% (2019-2025) para chegar aos 645,8 mil milhões de dólares em 2025 (ligeiramente acima dos 580 mil milhões de euros), segundo avança um estudo recente da Meticulous Research.

A produção de leite é uma das atividades mais importantes no setor agrícola e os produtos lácteos são um alimento básico essencial para a maioria da população, contribuindo significativamente para a ingestão de alimentos e respondendo por 10-15% das despesas domésticas com alimentos.

Nos próximos anos, a indústria de produtos lácteos está prestes a ter um impacto positivo na indústria global de alimentos. Os fatores como o aumento das populações, juntamente com a urbanização, a mudança de dietas, os crescentes avanços tecnológicos no processamento de laticínios e a crescente inovação estão a aumentar a procura por laticínios e produtos lácteos em todo o mundo.

A população mundial está a crescer rapidamente e de acordo com o Population Reference Bureau (PRB), a população humana global deverá crescer 75 milhões anualmente, ou seja, 1,1% ao ano. Assim, espera-se que a população mundial atinja 9,9 mil milhões em 2050, um aumento de 33% em relação a uma estimativa de 7,4 mil milhões em 2017, avança a consultora.

À medida que a população mundial cresce, a procura por comida também aumenta subsequentemente. Com o aumento da densidade populacional, surge o aumento da urbanização, que tipicamente leva a uma maior renda pessoal e procura por produtos lácteos.

Laticínios para uma melhor dieta
O consumo per capita de leite e produtos lácteos registou um aumento notável, à medida que as dietas se tornaram mais ricas e mais diversificadas. Leite e produtos lácteos não só fornecem proteína de alto valor, mas também uma importante fonte de uma ampla gama de micronutrientes essenciais. Considerando a crescente população mundial e a progressiva procura por produtos nutricionais elevados, o leite e os produtos lácteos podem ser considerados como uma fonte mais comum de proteína no futuro, acelerando assim o crescimento do mercado mundial de produtos lácteos.

Nos últimos anos, o aumento dos alimentos nutricionais tem desempenhado um papel fundamental nos hábitos saudáveis, devido à crescente preocupação do consumidor com a saúde e a perceção de que a dieta afeta diretamente a saúde. Os consumidores tornaram-se mais conscientes sobre os benefícios das proteínas e outros nutrientes no apoio ao estilo de vida ativo. Além disso, há uma crescente conscientização sobre o aspeto negativo da saúde ao comer carne vermelha, com um número crescente de pessoas querendo minimizar ou cortar completamente a proteína animal de sua dieta.

Com base no tipo de produto, o segmento de leite surge como a maior categoria de produtos do mercado global de produtos lácteos, pois é o produto lácteo mais consumido e comercializado em todo o mundo, bem como devido ao aumento da produção nas últimas duas décadas e melhorias significativas em todos as operações unitárias de processamento de leite. No entanto, espera-se que o segmento de queijos tenha um crescimento significativo durante o período de previsão. O rápido crescimento deste segmento é atribuído ao aumento do consumo de queijo per capita, declínio do consumo de leite principalmente nos países europeus, aumento da variedade de queijos mais naturais, crescente ocidentalização nos países em desenvolvimento e aumento do consumo de alimentos processados.

Crescimento com net
Os supermercados foram, de acordo com a análise da Meticulous Research, o canal com maior penetração junto do consumidor e na venda de produtos lácteos no mercado global. No entanto, espera-se que o segmento do retalho online registe um crescimento significativo durante o período analisado, crescimento rápido esse que é atribuído principalmente à evolução do retalho omnicanal e à crescente digitalização.

As principais tendências que atualmente influenciam o retalho de produtos lácteos incluem a promoção, saúde e bem-estar e crescente penetração do retalho organizado nos países em desenvolvimento, que resultaram na criação de um grande número de lojas de retalho de mercearia.

FONTE: Revista Distribuição Hoje

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.
Saiba mais sobre cookies OK Decline