Quatro boas lojas do Porto para comprar queijo

22 novembro 2018

Nestas casas no Porto o queijo é rei e mostra-se em várias formas e texturas. Para os conhecer há sempre alguém pronto a ajudar na escolha, que se pode revelar difícil.

São presença indispensável em qualquer mesa de Natal, mas não exclusivos da época. Qualquer altura é propícia a ter uma bela seleção de queijos, nacionais ou internacionais à mesa, para picar na companhia de alguns enchidos, doces e um bom vinho, claro.

Dividem-se os gostos entre o grau de maturação, a intensidade do sabor e aroma, o tipo de leite e de corte – para comer à colher ou à fatia – mas nestas quatro queijarias da cidade todos ficam satisfeitos.


1. Queijaria do Almada

É francês o queijo mais vendido desta casa, que abriu na rua do Almada no início do ano, pelas mãos de dois amigos galegos, Alberte e Alejandro. O Comté chega diretamente das caves Marcel Petite, em Granges-Narboz, na França, e é característico pelo seu sabor suave e ligeiramente doce, além da sua considerável dimensão - cada disco pesa até 40 quilos, mas pode ser levado para casa em porções mais pequenas.
Na Queijaria do Almada também há lugar para exemplares ingleses, holandeses, espanhóis, italianos e, claro, portugueses, entre os queijos que descansam nas prateleiras, na sua maioria provenientes de pequenos produtores. Para ajudar na escolha, «o cliente pode provar os queijos à fatia. Perguntamos quais as preferências: mais amanteigado, duro, mais seco, mais picante, de pasta mole? E, em função disso, damos a provar», explica Alberte. Um paraíso para o palato.

2. Rei do Queijos

O icónico Rei dos Queijos, na rua do Bonjardim, ganhou novo ar mas o que não mudou foi o culto ao queijo. Há mais de 50 variedades disponíveis, para provar ali, em tábuas que chegam à mesa acompanhadas de compotas caseiras e frutos secos, e para levar para casa.Chegam de todo o país, seja o queijo de cabra com Alvarinho e pimentão da Prados de Melgaço, um pedaço generoso do DOP São Jorge com 36 meses de cura, ou «o queijo mais intenso do Rei dos Queijos», o chèvre da Granja dos Moinhos. «O queijo é o protagonista mas também há coisas que casam muito bem», nota Alzira, a co-proprietária. Fala dos chocolates, frutos secos, azeites e compotas que também compõem a oferta da loja.

3. Tábua Rasa

O nome não engana, aqui servem-se tábuas generosas de queijos e enchidos nacionais. Mas além de um sítio para petiscar também funciona como loja, com exemplares de todo o país.
Chegam de queijarias artesanais da Alfândega da Fé, Mirandela ou Fundão. Há queijo de cabra, ovelha, vaca e mistura, amanteigado ou curado.

4. Casa Lourenço

Esta casa centenária é um dos melhores lugares no Porto para comprar queijos. O Sr. João - a completar 50 anos de casa - aconselha quem aqui chega sobre todos os exemplares que figuram na montra.
Só há queijos nacionais, «os mais tradicionais», nota, de várias zonas do país. Mas o mais procurado continua a ser o queijo da Serra da Estrela, principalmente por altura do Natal. Pode ser amanteigado ou curado, da região de Celorico da Beira ou de Seia - «são as melhores zonas», garante o Sr. João, que para acompanhar não deixa de sugerir um bom vinho do Porto.

FONTE: Revista Evasões

 

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.
Saiba mais sobre cookies OK Decline