Nutrientes do leite vão além do cálcio

27 agosto 2018

Produtos lácteos têm vitaminas, proteínas e minerais essenciais

Apesar de aparecer na lista de alimentos que devem ser "evitados" das diversas dietas "da moda", o leite, bem como os seus derivados, oferece benefícios à saúde. "O cálcio é um mineral abundante no leite, com função plenamente reconhecida para a saúde óssea e dental, para a regulação de processos intracelulares e função neuromuscular. A ingestão de lácteos contribui para a prevenção da síndrome metabólica, a prevenção do diabetes tipo 2, da hipertensão arterial e da osteoporose", comenta a nutricionista Ana Paula Del'Arco, consultora da Associação Brasileira de Laticínios.

Nem todos sabem, mas o cálcio representa de 1% a 2% do peso corporal de um adulto. Ele é extremamente importante para a manutenção e fortalecimento de ossos e dentes.

Mas, quem disse que esse mineiral é o principal nutriente dos laticínios? Existem outros ingredientes presentes nesse tipo de produto e que são igualmente benéficos para nossa saúde.

"No caso do leite, o cálcio é o nutriente mais conhecido, mas também possui outros importantes elementos intrínsecos que contribuem para o bom funcionamento do organismo. O fósforo ajuda a fortalecer os ossos e protege a membrana das células; o magnésio participa do metabolismo de energia; a vitamina A atua na visão e no crescimento das células; já as vitaminas do complexo B atuam no metabolismo energético e neuromuscular. Vale também destacar que o leite é fonte riquíssima de proteínas de alto valor biológico", diz a nutricionista.

A especialista relaciona alguns componentes saudáveis do leite e de seus derivados:

Fósforo
Em quantidade, o fósforo é o segundo mineral mais abundante do corpo humano. Presente nos lácteos de maneira significativa, esse nutriente também se relaciona com a saúde óssea e dental. Além disso, ele atua no sistema nervoso, em processos enzimáticos e no metabolismo energético, esclarece a nutricionista.

Magnésio
O magnésio é outro mineral bastante presente nos laticínios que atua no sistema esquelético, sendo parte da estrutura mineral dos ossos. "É fundamental para o metabolismo energético: o magnésio também é catalizador de mais de 100 reações enzimáticas", diz Ana Paula Del'Arco.

Vitaminas A e D
As vitaminas lipossolúveis, que dependem da gordura para serem solubilizadas, como a A e a D, estão presentes nos lácteos integrais. O leite tradicional é a principal fonte de vitamina A para as crianças, de acordo com a especialista. "A vitamina D é considerada um pró-hormônio, com funções extremamente importantes no organismo, atuando no sistema imunológico, além de se relacionar com a saúde dos ossos e com o sistema nervoso", completa.

Vitamina B2
No leite, a riboflavina (vitamina B2) também é destaque nos laticínios. "Sua principal função se relaciona com o funcionamento das células, atuando no metabolismo energético e no transporte e metabolização de outros nutrientes do corpo", diz a nutricionista.

Proteínas
O leite é reconhecido por ser rico em proteínas, abrangendo grande parte dos aminoácidos essenciais para o organismo. "Em especial, as proteínas do soro do leite estimulam a síntese de proteínas sanguíneas e teciduais por serem de fácil digestão e rápida absorção", afirma Ana Paula.

FONTE: Revista Encontro

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.
Saiba mais sobre cookies OK Decline