Leilão GDT e índice de preços em queda

12 março 2018

Depois de alguns leilões com volatilidade intensa desde o início do ano, o leilão GDT desta terça-feira (06/03) teve queda de apenas 0,6% no seu índice de preços, com o preço médio a ficar em US$ 3.593/tonelada, como mostra o gráfico abaixo.

Gráfico 1. Preços médios e variação no índice de preços em relação ao leilão anterior. Fonte: Global Dairy Trade.

De forma geral, os compradores já se preparam para a época da Nova Zelândia, e neste leilão estiveram menos ativos, o que ajuda a explicar a estabilidade nos preços e a queda nos volumes negociados, que neste evento foi de 19.292 toneladas, 80,7% das 23.900 toneladas ofertadas neste leilão, e 4,8% a menos do que no anterior.

Destaque positivo para a recuperação de 5,5% no índice de preços do leite em pó desnatado, que quebrou a “barreira” dos US$ 2.000/tonelada pela primeira vez desde julho/2017, e fechou a US$ 2.051/tonelada. Não há grandes novidades quanto à oferta, que segue com um considerável excedente em relação à procura de forma global.

Já o leite em pó inteiro ficou praticamente estável após subir forte no leilão passado. Neste evento, a queda no índice de preços foi de 0,8%, levando a média para US$ 3.232/tonelada. Com essa média, a competitividade do produto da Nova Zelândia frente ao leite da Europa praticamente não existe mais (a diferença é de aproximadamente US$ 40/tonelada), o que pode inibir novas altas no futuro próximo.

Agora, com a forte subida do desnatado e a estabilidade do leite inteiro, o descolamento entre os leites em pó caiu para US$ 1.818/tonelada, o menor do ano até o momento, como ilustra o gráfico 2.

Gráfico 2. Evolução dos preços de leite em pó no leilão GDT Fonte: Global Dairy Trade.

Neste leilão, as gorduras passaram por uma “correção” nos preços após as altas do último evento. Na manteiga, a queda foi de 1% na média de preços, que chegou a US$ 5.280/tonelada, enquanto o AMF caiu 3,2% na média de preços, ficando em US$ 6.245/tonelada.

Atualmente, os preços futuros da NZX estão abaixo dos contratos futuros do GDT em todos os meses negociados, indicando que, caso não haja surpresas, o GDT tem tendência de estabilidade, ou até mesmo ajuste negativo de preços para os próximos leilões.

Gráfico 3. Contratos futuros de leite em pó na Nova Zelândia. Fonte: GDT e NZX.


FONTE: Milkpoint

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.
Saiba mais sobre cookies OK Decline