Pandemia, guerra e inflação agravaram pressão nos cuidados nutricionais

13 outubro 2022

A bastonária dos Nutricionistas lamentou ontem que o Orçamento do Estado para 2023 seja omisso no que se refere à nutrição, lembrando que a pandemia, a guerra e a inflação agravaram a pressão nos cuidados nutricionais.

"Há circunstâncias que agravaram a premência nos cuidados nutricionais, como a pandemia, a guerra na Europa, com a pressão nos sistemas alimentares, mas também a inflação, que todos sentimos. E o Orçamento do Estado não tem nada que diga respeito à nutrição, o que é preocupante pois deve ser uma área de clara aposta", afirmou Alexandra Bento, sublinhando que "a maior parte da mortalidade está relacionada com maus hábitos alimentares e com o estilo de vida".

A bastonária, que falava na comissão parlamentar de Saúde, onde hoje foram ouvidas diversas ordens profissionais da saúde, disse que "os números falam por si", recordando que dos cerca de 4.800 nutricionistas só 5% estão no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Para continuar a ler esta notícia, clique aqui

FONTE: Notícias ao Minuto

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.