"Os números da obesidade têm melhorado nos últimos dez anos, mas há muito a fazer"

26 maio 2022

Cerca de dois terços dos adultos e uma em cada três crianças em idade escolar vivem com excesso de peso ou obesidade, na União Europeia. Como se pode alterar este panorama?

Jason Halford, professor universitário de Psicologia, e Mafalda Marcelino, médica endocrinologista, apresentam medidas e apelam à sociedade para que não estigmatize as pessoas com obesidade.

Aproximadamente dois terços dos adultos e uma em cada três crianças em idade escolar, da União Europeia (UE), vivem com excesso de peso ou obesidade. Os números foram apurados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e veiculados através do Relatório da Obesidade da Região Europeia da OMS, divulgado no início de maio. Em Portugal, estes valores são igualmente alarmantes: 57,5% (63,1% dos homens e 52% das mulheres) dos adultos têm peso a mais. Destes, 20,8% vivem com obesidade (20,3% dos homens e 21,2% das mulheres). Relativamente aos mais novos, cerca de uma em cada três crianças tem excesso de peso e mais de 10% delas vivem mesmo com obesidade.

Para continuar a ler esta notícia, clique aqui

FONTE: SOL

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.