Os comparadores de preço líderes em Portugal

11 agosto 2017

O número de lojas virtuais cresce exponencialmente no mundo e junto a este fenómeno desenvolveu-se o mercado das empresas comparadoras de preços. A finalidade é ajudar a consolidar preços de diversos produtos e lojas em uma mesma plataforma, deixando de lado os catálogos em papel. Já que hoje a quantidade de ofertas é alargada, nada mais agradável do que buscar os melhores preços no conforto do lar e garantir a certeza do melhor negócio.

A audiência do retalho nos últimos três meses manteve-se constante, entre os 3 e 4 milhões de visitantes únicos. Em maio de 2017 o retalho em Portugal obteve pouco mais de 3 milhões de visitantes únicos, o que representa 56% de alcance total da população digital (fonte: comScore MMX, maio de 2017, desktops, casa e trabalho, 15 e mais anos).

Dentro deste segmento destacamos a subcategoria de comparadores de preços (Retail – Comparison Shopping). Os principais atores deste mercado em Portugal são FOLLOWPRICE.CO e o KUANTOKUSTA.PT, ambos com mais de 200 mil visitantes únicos por mês e mais de 400 mil visitas, somente em dispositivos desktop.

A Followprice, startup criada em 2014 e localizada em Lisboa, recebeu investimento de capital de risco e aposta em mercados diversificados. A ferramenta oferece aos usuários alertas para descontos nas lojas digitais por meio de botões colocados nos produtos de lojas parceiras, como a Fnac por exemplo. O site obteve em maio pouco mais de 1,5 milhão de visitantes únicos em todo o mundo, sendo que 77% de toda a audiência está localizada na Europa. Os países com mais audiência são respetivamente Espanha, Portugal, Brasil e Itália. Em todos os países, a propriedade é mais visitada por homens, em especial os que tem 55 e mais anos e em Portugal especificamente encontra-se na primeira posição dentro da subcategoria dos comparadores.

Igualmente relevante para o retalho digital é o KUANTOKUSTA.PT, que aposta num portal e numa aplicação que apresentam aos visitantes os mais variados preços para um produto específico. A empresa foi fundada em 2004 e já teve presença em outros países, como Espanha e Brasil. Hoje dedica-se em exclusivo ao mercado português e mesmo assim a propriedade .PT também possui alguma audiência no Brasil, em Espanha e Austrália, entre outros. A grande vantagem do negócio é que o usuário pode visitar o site e aceder a qualquer uma das diversas categorias de produtos, desde informática a preços de combustíveis. O público é também formado em maioria por homens, com a faixa etária mais representativa entre os 35 e 44 anos (especificamente para Portugal).

Diferenças e semelhanças
As duas empresas possuem táticas distintas e pode-se dizer que a sua audiência em Portugal também se diferencia em alguns aspetos. O primeiro deles é a baixa sobreposição de audiência, que soma apenas 78 mil visitantes únicos. Para propriedades com conteúdo classificado numa mesma categoria, não há uma forte duplicação de audiência. Além disso, vê-se também disparidade nas fontes de tráfego. Muito do tráfego do Followprice vem do parceiro FNAC.PT, enquanto para o Kuantokusta o maior gerador de tráfego é o Google, nomeadamente na área de buscas. Por fim, o público que permanece por mais tempo em visita é o do Kuantokusta. Os visitantes gastam quase 4 minutos em média na utilização diária, enquanto no Followprice esta média está por volta de 1,5 minutos.

Quando se olha para a relação de ambos frente ao retalho, nota-se que a partilha de audiência é muito próxima. Do total de pessoas que visitaram o retalho, 9,2% delas também visitou o Followprice e 7,0% também visitou o Kuantokusta, o que classifica o bom potencial do setor. A semelhança também ocorre quando analisamos o perfil comportamental desta audiência. Ambas as propriedades possuem em sua maioria a audiência de heavy users de retalho, ou seja, aqueles que mais gastaram o seu tempo em propriedades relacionadas à venda de produtos online. Este público em específico apresentou média de 2,1 visitas por visitante nas duas propriedades e o total de páginas vistas esteve próximo de 1 milhão. Muitas propriedades possuem em sua maioria um público do tipo light user, pois não necessariamente todo público tem afinidade com todo conteúdo. Sendo assim, definem-se estes dois players como propriedades com audiência bastante satisfeita com o conteúdo apresentado.

Além das empresas mencionadas, encontram-se outros atores a trabalhar de forma semelhante, como é o caso do BUSCAPE.COM.BR, que foi visitado em média por 36 mil visitantes únicos, e o SHOPMANIA.PT, que obteve 6 mil visitantes únicos no mesmo período. Ambos possuem um modelo de negócio semelhante ao do Kuantokusta. Há, por fim, um conjunto de sites dedicados à divulgação dos folhetos das lojas “à moda antiga”. É o caso do Sapo Promos (promos.sapo.pt), que obteve em média 68 mil visitantes únicos entre março e maio deste ano. Em posição semelhante está o TIENDEO.PT que, no mesmo período, registou 6 mil l visitantes únicos no mesmo período. Ambos possuem um modelo de negócio semelhante ao do Kuantokusta. Há, por fim, um conjunto de sites dedicados à divulgação dos folhetos das lojas “à moda antiga”. É o caso do Sapo Promos (promos.sapo.pt), que obteve em média 68 mil visitantes únicos entre março e maio deste ano. Em posição semelhante está o TIENDEO.PT que, nomesmo período, registou 6 mil visitantes únicos.

FONTE: Revista Hipersuper

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
28
29
30
31

Redes Sociais

Top
Cookies make it easier for us to provide you with our services. With the usage of our services you permit us to use cookies.
More information