Distribuição surpreendida com taxa sobre lucros extraordinários. “Setor já é altamente tributado”, diz APED

31 outubro 2022

Diretor-geral da APED garante que os retalhistas não estão a repercutir totalmente o aumento dos custos de produção nos consumidores e diz que o setor "já é altamente tributado".

O diretor-geral da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) garante que foi apanhado de “surpresa” com a intenção do Governo de aplicar a tributação dos lucros extraordinários ao setor da distribuição. Ao ECO, Gonçalo Lobo Xavier garante que os retalhistas não estão a repercutir na mesma proporção os aumentos dos custos de produção para os consumidores e lembra que o setor “já é altamente tributado”.

“Não sabemos a que lucros inesperados o senhor primeiro-ministro se refere”, garante o diretor-geral da APED, que representa mais de 180 associados, dos quais 60 do retalho alimentar, sinalizando que as recomendações da Comissão Europeia “eram para o setor energético e tinham uma razão fundamentada”. “Desconhecíamos esta iniciativa e num primeiro momento ficamos surpresos”, atira.

Para continuar a ler esta notícia, clique aqui

FONTE: ECO Economia Online

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.