Gastos de cinco mil milhões nos super mas cabaz está mais curto

18 julho 2022

Nos primeiros seis meses do ano, as famílias deixaram mais 220 milhões nos supermercados que em 2021. Quase cinco em cada 10 produtos comprados são de marca própria.

A inflação começa a fazer mossa no bolso dos portugueses, obrigando as famílias a serem muito criteriosas nas suas escolhas. Os dados mais recentes da NielsenIQ mostram que o consumo nos hiper e supermercados está a crescer 4,5% em valor, para 5059 milhões de euros, mas a Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) garante que esse é o efeito do crescimento da inflação. "Infelizmente, os portugueses estão a comprar menos. Vão mais vezes, numa tentativa de fazer uma gestão mais rigorosa do seu orçamento e à procura de promoções, mas trazem menos compras para casa", garante o diretor-geral da APED.

Para continuar a ler esta notícia, clique aqui

FONTE: Dinheiro Vivo

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.