Inflação leva quase metade dos portugueses a procurar produtos de marca própria

08 junho 2022

A rápida subida da inflação e consequente incerteza financeira estão a preocupar os consumidores portugueses e a levar a mudanças nos hábitos de consumo, conclui o estudo “EY Future Consumer Index”. De facto, mais de metade dos inquiridos acredita que 2022 será um ano pior do que 2021.

De acordo com um inquérito realizado a 488 consumidores (52% do sexo feminino e 48% do sexo masculino) com mais de 18 anos, 47% mostra-se preocupado com a sua situação financeira, enquanto 49% admite que irá poupar mais.

Combustíveis e alimentos frescos são os bens em que os portugueses mais notam o aumento dos preços nos últimos meses. Contudo, é na roupa, calçado e acessórios que mais consumidores (36%) admitem cortar nas despesas como consequência da inflação, seguida dos combustíveis (30%) e beleza e cosméticos (26%).

Para continuar a ler esta notícia, clique aqui

FONTE: Marketeer

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.