Imprimir esta página

Governo açoriano está a procurar uma solução para “escoar os produtos por via área”

02 dezembro 2021

O presidente do Governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, disse hoje que o executivo está a procurar uma solução que permita “escoar os produtos por via área”, para promover a criação de um “mercado regional”.

“Estamos a estudar para encontrar uma solução que permita, exatamente, escoar produtos por via área de forma competitiva e rentável”, declarou Bolieiro aos jornalistas.

O líder do executivo de coligação PSD, CDS-PP, PPM falava após a reunião com o Conselho de Ilha, que decorreu na Biblioteca de Vila de Porto, integrada na visita estatutária do executivo a Santa Maria.

Antes, durante a reunião, José Manuel Bolieiro já tinha revelado que o Governo Regional está a estudar a possibilidade de contratar um avião cargueiro.

O presidente do executivo açoriano enalteceu a importância de formar um “mercado regional”, que “valorize a produção de cada ilha”, considerando o abastecimento por via área “mais seguro”.

Sobre o término da ligação sazonal do transporte marítimo de passageiros para Santa Maria, Bolieiro referiu que o executivo está a “trabalhar para a promoção de uma solução bem mais robusta e sólida para garantir previsibilidade”, por comparação com a operação anterior.

“Estamos a mudar o paradigma. Não há uma perda, há sim uma reorientação e essa reorientação tem dado sobretudo mais resultados positivos do que propriamente merecedores de crítica. Eu não sou um presidente de torre de marfim”, afirmou.

No final da reunião, a presidente do Conselho de Ilha, Dulce Resendes, mostrou-se satisfeita com os esclarecimentos do governo, mas disse ser necessário “aguardar” para ver as políticas do executivo na área dos transportes marítimos.

“Relativamente aos transportes de mercadorias, foi vincando aquilo que todos sabíamos: que é uma preocupação do governo e que eles estão a estudar este modelo. Vamos aguardar para uma próxima visita para ver o que sairá de novo”, declarou.

O Conselho de Ilha é um órgão consultivo do Governo dos Açores composto pelos presidentes das câmaras e assembleias municipais da ilha, por quatro membros eleitos por cada assembleia municipal, por três presidentes de junta de freguesia e um representante do Governo Regional (sem direito a voto).

No conselho têm ainda assento dois representantes do setor empresarial, dos movimentos sindicais e das associações agrícolas.

Têm ainda direito a um representante as Instituições Particulares de Solidariedade Social, as associações ambientais não governamentais e as associações de defesa da igualdade de género nas ilhas em que estas tenham sede.

FONTE: Jornal Açores 9