Pequenas empresas alertam para impacto do DMA na publicidade online

19 outubro 2021

Organização de pequenas empresas alerta que as propostas do Regulamento dos Mercados Digitais vão "prejudicar involuntariamente pequenas empresas por mudarem a economia do marketing digital e da publicidade".

O Connected Commerce Council (3C), uma organização mundial de pequenas empresas com mais de 1.800 membros europeus, alertou esta terça-feira que as propostas do Regulamento dos Mercados Digitais (DMA, na sigla em inglês) vão "prejudicar involuntariamente pequenas empresas por mudarem a economia do marketing digital e da publicidade".

"O marketing digital e a publicidade são, em muitos casos, a ferramenta digital mais importante que as pequenas empresas usam para expandir os seus negócios", disse Brandon Mitchener, porta-voz europeu da 3C, citada num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

O 3C destaca um artigo entre as alterações que tornará "mais difícil para grandes empresas de tecnologia, incluindo a Google ou o Facebook, partilhar dados entre unidades de negócios, mesmo quando os consumidores tivessem exercido plenamente os direitos do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD) e aprovado o uso dos seus dados".

"A promoção digital foi ainda mais importante durante a pandemia, com as já pequenas margens a reduzir para muitas PME's. Seria um golpe significativo para as grandes e pequenas empresas se estas normas fossem aprovadas e o marketing digital e a publicidade se tornassem mais caros e menos eficazes", acrescenta Mitchener.

O 3C acrescenta, ainda assim, que "apoia plenamente" os objetivos da Comissão Europeia para a garantia de uma concorrência leal no mercado digital.

Contudo, sublinha que a "competição alimenta a inovação e a oportunidade mas, há um risco elevado de que as consequências indesejadas do DMA coloquem as pequenas empresas no caminho da 'regressão digital', em vez do da transformação digital, sobrecarregando os proprietários de negócios e as suas pequenas equipas com mais complexidade, eficiência reduzida e custos mais elevados", pode ler-se no mesmo comunicado.

FONTE: Notícias ao Minuto

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.