Exportações disparam 29% e importações recuperam 12%

11 maio 2021

Exportações e importações recuperaram em março face a igual mês do ano passado, período também já afetado pela pandemia. O INE destaca os acréscimos nas exportações de material de transporte, que aumentaram 61%, e nas importações de fornecimentos industriais e de máquinas e outros bens de capital.

As exportações portuguesas continuaram a recuperar em março quando comparada com a variação homóloga de fevereiro, disparando face ao mês homólogo do ano passado já afetado pela pandemia. Segundo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a venda de bens ao exterior disparou 28,8% em março quando comparado com março do ano passado, enquanto em fevereiro o crescimento homólogo havia sido de 2,6%.

Já as importações aumentaram 12,2% em março, em termos homólogos, quando em fevereiro tinham registo um recuo de 10,4%.

“Note-se que estas variações homólogas, em março, incidem sobre o primeiro mês de 2020 em que o impacto da pandemia Covid-19 já foi sentido significativamente”, assinala o relatório do organismo de estatística.

O INE destaca os acréscimos nas exportações de material de transporte, que aumentaram 61% e nas importações de fornecimentos industriais, com uma subida de 15,1% e de máquinas e outros bens de capital, que aumentaram 27,3%.

Descontando os combustíveis e lubrificantes, as exportações e as importações aumentaram 27,9% e 15%, quando em fevereiro tinha aumentado 2,1% e contraído 9,8%, respetivamente.

Os dados do organismo de estatística revelam ainda que o défice da balança comercial de bens diminuiu 555 milhões de euros face ao mês homólogo de 2020, atingindo 1 002 milhões de euros em março- Excluindo combustíveis e lubrificantes, o défice diminuiu 385 milhões de euros, atingindo 743 milhões de euros.

INE revê em alta ligeira recuperação das exportações no primeiro trimestre

As exportações de bens aumentaram 6,2% e as importações diminuíram 5,3% no primeiro trimestre deste ano face ao primeiro trimestre do ano passado, segundo a atualização dos dados do INE, “refletindo a inclusão de nova informação”.

Estes dados reveem em alta as taxas de variação homóloga das exportações e importações do primeiro trimestre, uma subida de 0,2 p.p. e de 0,4 p.p., apresentadas na estimativa rápida trimestral.

Olhando para o primeiro trimestre de de 2019, as exportações aumentaram 3% e as importações diminuíram 8,4%.

FONTE: Jornal Económico

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.