Reabertura dos centros coloca faturação 25% acima de pré-covid

23 abril 2021

Artigos desportivos, perfumarias e sapatarias entre os produtos mais procurados. Já restauração, supermercados e cinemas saem a perder.

No dia de reabertura dos centros comerciais colocou a faturação nos shoppings 25% acima de níveis pré-covid, segundo dados da Reduniq Insights. Artigos desportivos, perfumarias e sapatarias entre os mais procurados. Já a restauração, supermercados e cinemas registam quebras de faturação face ao período anterior à pandemia.

Com a terceira fase de reabertura da economia, os centros comerciais reabriram na maior parte do país, tendo os portugueses convergido para os shoppings na passada segunda-feira. Não faltaram relatos de filas à porta das lojas. E agora são conhecidos os números de faturação.

Quem ganhou na reabertura...
A Reduniq comparou a faturação obtida pelas lojas dos centros com a média registada nas segundas-feiras de abril de 2019, ou seja, em período de consumo normal. "Verificou-se que os centros comerciais do país cresceram 25%, ficando acima dos valores pré-covid", informa em comunicado. Face à segunda-feira da semana anterior, em que a maioria das lojas estava encerrada, a subida na faturação subiu 124%.

Algumas categorias específicas dos centros comerciais verificaram aumentos face a 2019, foi o caso dos negócios com venda de artigos desportivos (+116%), perfumarias (+84%), sapatarias (+79%), pronto-a-vestir (+35%), e ourivesarias (+21%).

... E quem perdeu?
Mas a afluência aos centros não beneficiou todas as lojas. A restauração atingiu menos 7% de faturação em relação aos valores de 2019, o que "poderá dever-se às limitações do número de pessoas nestes estabelecimentos, o que os impede de chegar a uma faturação normal", diz Tiago Oom, diretor da Reduniq, citado em nota de imprensa.

Na comparação com o período pré-pandemia os supermercados de centros comerciais decresceram 11%, a par dos cinemas, que, apesar da reabertura, decresceram 89% face a 2019.

FONTE: Dinheiro Vivo

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.