Portugueses compraram três vez mais em sites nacionais

07 janeiro 2021

Os dados revelados pela fintech Revolut mostram que os utilizadores portugueses compraram três vezes mais em sites nacionais, entre março e dezembro de 2020. Ainda assim, as compras em sites internacionais continuam a ter maior peso.

A Revolut analisou os gastos dos utilizadores portugueses desde o mês de março, coincidente com os primeiros casos de covid-19 em Portugal, e dezembro de 2020. Apesar de os gastos com sites internacionais terem aumentado, os utilizadores portugueses continuam a privilegiar o comércio em sites internacionais.

Entre 1 de março e dia 31 de dezembro de 2020, os utilizadores da Revolut em Portugal gastaram mais do triplo em sites de comércio eletrónico internacionais, quando é estabelecida a comparação com os valores gastos em sites portugueses.

Ainda assim, mesmo ficando aquém dos gastos em sites estrangeiros, as compras online em sites nacionais aumentaram três vezes mais face ao mesmo período do ano anterior, diz a Revolut.

No último trimestre do ano, quando são registados momentos de compras como a Black Friday, Cyber Monday e as compras de Natal, os utilizadores portugueses fizeram mais compras na Amazon, AliExpress, na Apple, Zara e no eBay.

Poupança aumentou, gastos com viagens caem a pique
Embora não sejam revelados valores, a Revolut dá conta de que os portugueses armazenaram mais dinheiro nos cofres - a aplicação permite definir cofres para diferentes objetivos e sempre que é feita uma compra o arredondamento é transferido automaticamente para o cofre. Comparando com março, a empresa refere que os utilizadores tinham mais do dobro do valor de março no final do ano.

Em sentido contrário, as viagens. Num ano de confinamento e restrições às viagens, a Revolut nota que, comparando com o mesmo período de 2019, foi sentida uma quebra de quase 58% no número de utilizadores portugueses a viajar. Os gastos feitos noutros países caíram 67% entre março e dezembro.

Num ano em que a tecnologia de pagamentos contactless foi também cada vez mais utilizada, a fintech britânica nota que os pagamentos feitos através de contactless passaram dos 53% em março para 77% em dezembro.

A Revolut regista 500 mil utilizadores em Portugal e 13 milhões de clientes a nível global.

FONTE: Dinheiro Vivo

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.