Hipermercados perderam muito nas vendas no fim de semana

19 novembro 2020

A Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) diz que o fecho das lojas, supermercados e hipermercados nas tardes do último sábado e do último domingo, que se vai repetir no próximo fim de semana, levou a uma quebra de mais de 50% das vendas.

O incremento das vendas na sexta-feira e durante as manhãs de sábado e domingo esteve muito longe de compensar o fecho decretado pelo Governo.

Gonçalo Lobo Xavier, diretor-geral da APED, diz à TSF que o fim de semana representa, por norma, 40% das vendas de toda a semana e já é certo que "houve uma diminuição da faturação muito superior a 50% do que era normal, quer no retalho alimentar quer no retalho especializado".

"Verificámos que houve uma afluência maior na sexta-feira e nas manhãs do fim de semana, mas não compensam as quebras que tivemos à tarde", refere o representante do setor.

O presidente da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) também admite quebras enormes nas vendas, mas sublinha que houve grandes diferenças entre diferentes zonas do país e entre diferentes setores, com destaque, pela positiva, de manhã, para a procura nos cafés e nos supermercados.

João Vieira Lopes acrescenta que detetaram um outro fenómeno: muitas pessoas que inclusive de manhã preferiram ficar em casa e não fazer compras, seguindo os apelos que têm sido feitos para o recolhimento domiciliário.

FONTE: TSF

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.