Pagamentos com cartão superaram valores de 2019

26 outubro 2020

As compras com cartão ‘contactless’ representaram 30% das compras com cartão realizadas no país em setembro, um aumento de 22 pontos percentuais face à média de 2019. As compras online representaram 9% das compras com cartões, um aumento de 1,5 pontos percentuais face à média de 2019.

Em setembro de 2020, as operações com cartões de pagamento superaram, pela primeira vez desde o início da pandemia de Covi-19 em Portugal, os números de 2019 (+0,1% em valor e +0,2% em quantidade), anuncia o Banco de Portugal (BdP).

Esta evolução representa uma recuperação de aproximadamente 30 pontos percentuais face a abril de 2020, mês em que se registou uma redução sem precedentes na utilização de cartões de pagamento.

Segundo o regulador bancário, as compras efetuadas por consumidores portugueses em território nacional registaram um crescimento homólogo pelo terceiro mês consecutivo, que ascendeu a 5,2%. Porém, fruto das restrições à circulação internacional de pessoas, as compras de portugueses no estrangeiro e as compras de estrangeiros em Portugal mantém-se aquém dos valores de 2019 (-18,3% e -46%, respetivamente).

“A conveniência e segurança dos pagamentos contactless e da compras online levaram os consumidores a aderir cada vez mais a estas modalidades”, constata o BdP.

As compras com cartão contactless representaram 30% das compras com cartão realizadas no país em setembro, um aumento de 22 pontos percentuais face à média de 2019. As compras online representaram 9% das compras com cartões, um aumento de 1,5 pontos percentuais face à média de 2019.

“Com o país ainda em situação de contingência, a estrutura de despesa das famílias em setembro de 2020 difere daquela registada no mesmo mês do ano passado. Enquanto as compras em supermercados/hipermercados e restantes atividades de retalho e na saúde cresceram 7% e 17%, respetivamente, sectores como a restauração e alojamento mantém-se em terreno negativo (-14,4% e -42,7%, respetivamente)”, relata o BdP.

Embora o valor dos levantamentos de numerário efetuados por portugueses, em setembro de 2020, tenha ficado 7,1% abaixo do período homólogo, o valor acumulado das compras e dos levantamentos nacionais cresceu 0,3%. Estes dados sugerem uma substituição de levantamentos de numerário por compras com cartão, constata a análise.

O valor dos levantamentos efetuados por estrangeiros em Portugal, -35,5%, e por portugueses no estrangeiro, -34,7%, registou uma evolução homóloga idêntica à observada nas compras, refere ainda o BdP.

O banco central refere ainda que nas três primeiras semanas de outubro (até dia 18), as compras efetuadas por consumidores portugueses em território nacional cresceram 4,2% em termos homólogos. No entanto, mantém-se a evolução negativa das compras efetuadas por estrangeiros (-50,9%) e dos levantamentos de numerário realizados por portugueses (-6,5%) e por estrangeiros em Portugal (-34,9%).

FONTE: Banco de Portugal

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.