Imprimir esta página

Confinamento levou mais pessoas a fazer compras online

23 julho 2020

E, ao que parece, esta tendência veio para ficar: "Esta rápida revolução do comércio eletrónico é confirmada por 89% dos europeus que afirmaram que vão continuar a comprar online, tanto ou mais, depois do confinamento", segundo um estudo da DS Smith.

Os hábitos de compra dos consumidores alteraram-se com o confinamento. Um estudo da DS Dmith revela que 64% dos europeus admitiram comprar mais online durante a pandemia e a tendência poderá ter vindo para ficar.

"Muitos dos hábitos de compras online que os europeus adotaram durante o confinamento vieram para ficar, já que 64% das pessoas afirmam que efetuaram mais compras online durante a Covid-19", pode ler-se num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

E, ao que parece, esta tendência veio para ficar: "Esta rápida revolução do comércio eletrónico é confirmada por 89% dos europeus que afirmaram que vão continuar a comprar online, tanto ou mais, depois do confinamento", segundo o mesmo estudo.

Outra das conclusões do estudo é que a maior parte dos consumidores sente-se confiante com este tipo de compras.

Além disso, uma das categorias que registou uma maior subida foi a dos produtos de mercearia, com 41% dos europeus a dar conta de um aumento das compras online.

FONTE: Notícias ao Minuto