Vendas de bens de grande consumo sobem 8%

18 maio 2020

Os bens de grande consumo registaram vendas de 169 milhões de milhões de euros na semana entre 20 e 26 de abril, um aumento de 8% face ao período homólogo do ano anterior e um recuo de 1% em relação à semana anterior, revelam dados da Nielsen. Em comparação com Itália e Espanha, o desempenho dos bens de grande consumo teve um comportamento semelhante em Portugal.

Sem surpresa, com os portugueses em confinamento, o canal online registou subidas bastante expressivas. Este canal apresentou um aumento de 244% em número de ocasiões de compra e de 225% em número médio de lares a comprar bens de grande consumo.

O consumo em casa e os bens de maior durabilidade, na área da alimentação, tiveram os maiores níveis de crescimento durante o estado de emergência. Acima da média cresceram as bebidas quentes (+47%), Crescimentos significativos tiveram ainda os produtos básicos (+27%) e os congelados (+26%)

Na área das bebidas, cervejas, cidras e panachés (+15%) e bebidas alcoólicas (+10) foram responsáveis pelo crescimento.

Não obstante as quedas no total de detergentes e produtos de higiene, os acessórios de limpeza (+55%), os produtos de embalagem e conservação (+28%), de higiene do lar (+24%) e os produtos para a loiça (+23%) tiveram um desempenho bastante positivo.

Os produtos para calçado (-44%) e os produtos Solares (-91%) tiveram um registo francamente negativo.

FONTE: Revista Hipersuper

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.