Comércio Portugal/Cabo Verde nunca esteve melhor

12 março 2020

O novo embaixador português em Cabo Verde, António Albuquerque Moniz, afirmou que as trocas comerciais entre os dois países atingiram em 2019 o melhor resultado de sempre e que há margem para reforçar o já intenso relacionamento.

O diplomata discursava no Palácio Presidencial, na cidade da Praia, depois de entregar as cartas credenciais ao Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, tendo reconhecido o “patamar elevado” do relacionamento bilateral e assumindo-se “impressionado” pelo “grande afeto que une” os dois povos e com a “amizade sincera construída ao longo dos anos”.

Destacou, na mesma intervenção, que Portugal continua a ser o principal investidor em Cabo Verde, o segundo destino das exportações cabo-verdianas – comprou 116 milhões de euros de produtos e serviços em 2019, crescimento homólogo de 12% -, e o principal fornecedor do país – 380 milhões de euros em 2019, um crescimento de 8%.

“No ano de 2019 alcançaram-se os melhores resultados de sempre da nossa relação económica bilateral de bens e serviços”, reforçou.

“No campo económico e comercial são já quase 3.000 empresas que exportam para este mercado, assim enriquecendo a oferta neste país no que respeita a bens e serviços nas mais diversas categorias. E muitas outras empresas planeiam entrar neste mercado e procuram parceiros cabo-verdianos para levar a bom porto os seus negócios”, acrescentou António Albuquerque Moniz.

O novo embaixador, que antes exerceu as funções de cônsul-geral em Paris, recordou que, em Portugal, a comunidade cabo-verdiana “é já a segunda maior” e que em Cabo Verde “residem igualmente milhares de compatriotas portugueses”: “Que aqui vivem e trabalham contribuindo para o desenvolvimento do país”.

As relações de colaboração entre os dois Estados estão baseadas no Plano Estratégico de Cooperação Portugal – Cabo Verde, em vigor até 2021 e que define como áreas prioritárias de intervenção, a educação, a formação, cultura, ciência e inovação, justiça, saúde, ambiente e apoio ao setor privado, entre outros.

“Apesar desta grande abrangência de setores, estou certo de que, durante a minha missão neste país, o nível de cooperação ainda terá margem para ser reforçado”, assumiu o diplomata português, que na sua estreia em funções em Cabo Verde agradeceu ainda os esforços das autoridades cabo-verdiana na melhoria do ensino do português.

No seu primeiro ato oficial como embaixador de Portugal, António Albuquerque Moniz elogiou ainda Cabo Verde por estar “na vanguarda da proteção dos direitos humanos, da democracia, do Estado de Direito, da boa governação e das liberdades fundamentais”.

FONTE: BomDia.eu

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.