Black Friday: Reclamações de compras online aumentam

29 novembro 2019

Tecnologias e eletrodomésticos são os produtos que registam mais queixas online, com 30% do total, seguindo as viagens, turismo e lazer com 17% de queixas.

A Black Friday gerou, em anos anteriores, confusões relativamente aos preços anteriores e aos preços das promoções. Por essa razão, o Portal da Queixa revelou que se verificou um aumento no número de reclamações em relação às compras online em 27% face ao ano passado.

Analisando o período entre 1 de janeiro e 20 de novembro de 2019, o Portal da Queixa registou um total de 9.064 reclamações sobre compras online, mostrando um incremento de 27% face ao mesmo período homólogo, onde se registaram 7.120 queixas. Em média, isto significa cerca de 30 reclamações por dia relacionadas com o e-commerce.

Com a análise mais detalhada do Portal da Queixa, foi possível observar que as tecnologias e os eletrodomésticos são os setores que registam mais queixas online, com 30% do total, seguindo as viagens, turismo e lazer com 17% de queixas. Segue-se o setor de entregas ao domicílio de alimentação, com 15% das reclamações, compras de particular a particular reúnem 11% das queixas, seguindo os supermercados online com 9%.

Moda, vestuário e acessórios concentra 8% das queixas no portal, seguindo-se as apostas online com 5%, produtos para animais com 3% e subscrições de serviços “on demand” ou streaming ocupam a última posição com 2% das queixas que chegaram ao portal no período em análise.

Por sua vez, os principais motivos para estas queixas prendem-se com falhas e atrasos de entregas com 41%, burlas com 23%, apoio ao cliente a somar 18% das reclamações, pagamento com 11%, devoluções ou trocas com 4% do total de queixas e o envio do produto errado soma 3% das reclamações.

Ainda assim, os dados estatísticos recolhidos pelo Portal da Queixa permitiram perceber que existem cada vez mais consumidores no mundo online mas que as queixas em relação a este tipo de comércio também são elevadas, sendo que muitas das reclamações se devem ao “desconhecimento recorrente dos consumidores em matéria de compras online e dos seus direitos”, garante o portal.

“São cada vez mais, os consumidores que arriscam entrar no mundo online, aliciados por estratégias de engagement que premeiam o uso dos canais digitais, sem possuírem o mínimo de conhecimento para o risco que enfrentam, colocando a sua segurança em causa”, sustenta Pedro Lourenço, diretor executivo do Portal da Queixa.

“Numa época que se avizinha ser de muito consumo (a semana da Black Friday), o perigo fica à espreita devido aos baixos níveis de literacia digital em Portugal, que já são equivalentes ao problema do analfabetismo de há 40 anos na sociedade portuguesa”, explica o responsável do portal.

FONTE: Jornal Económico

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.