Novos apoios para a promoção de produtos agroalimentares

26 novembro 2019

A Comissão Europeia destinou 200,9 milhões de euros, em 2020, para financiar atividades de promoção de produtos agroalimentares da União Europeia, seja no próprio país ou no exterior.

Phil Hogan, comissário para Agricultura e Desenvolvimento Rural, defende que “a reputação dos produtos agroalimentares europeus no mundo é incomparável. A União Europeia não é o principal exportador agroalimentar a nível mundial por acaso. A nossa política de promoção com um orçamento crescente ajuda os produtores a divulgar os seus produtos dentro e fora da União Europeia, mas também a enfrentar as dificuldades do mercado, aumentando a consciencialização sobre os seus produtos. Os acordos comerciais atuais também criam condições para aumentar as suas exportações para mercados de alto crescimento. A recente conclusão do acordo bilateral UE-China sobre indicações geográficas é mais um exemplo do trabalho da Comissão para criar oportunidades para produtores e produtos de alta qualidade da União Europeia”.

Em 2020, mais da metade do orçamento (118 milhões de euros) será destinada a campanhas que procurem mercados fora da União Europeia com alto potencial de crescimento, como Canadá, China, Japão, Coreia, México e Estados Unidos da América. Os sectores elegíveis incluem lacticínios e queijos, azeitonas de mesa, azeite e vinhos. Espera-se que as campanhas selecionadas melhorem a competitividade e o consumo de produtos alimentares da União Europeia, aumentem o seu perfil e a sua quota de mercado nesses países .

As campanhas também vão informar os consumidores sobre os vários esquemas e rótulos de qualidade da União Europeia, como as indicações geográficas ou os produtos biológico. Um foco adicional das campanhas será também destacar os altos padrões de segurança e qualidade, bem como a diversidade e os aspectos tradicionais dos produtos agroalimentares europeus. Por fim, na União Europeia, o foco será a promoção de uma alimentação saudável e o aumento, no quadro de uma dieta equilibrada, do consumo de frutas e legumes frescos.

Os convites à apresentação de propostas para as próximas campanhas serão publicados em janeiro do próximo ano. Vários organismos, como organizações comerciais, organizações de produtores e grupos agroalimentares responsáveis ​​por atividades promocionais, podem solicitar financiamento e enviar as suas propostas.

Até 2020, 100 milhões de euros serão alocados a programas simples, enquanto 91,4 milhões de euros serão direcionados para programas múltiplos. 9,5 milhões de euros adicionais serão reservados para as próprias iniciativas da Comissão Europeia, o que inclui a participação em feiras e campanhas de comunicação, além de iniciativas diplomáticas lideradas pelo comissário europeu para a Agricultura e o Desenvolvimento Rural e acompanhadas por delegações comerciais. Essas iniciativas serão reforçadas por 17,2 milhões de euros disponíveis nos vários programas de promoção de 2019.

FONTE: Revista Grande Consumo

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.