Imprimir esta página

Retalho responsável vai influenciar as compras de final de ano

09 outubro 2019

Os compradores estão cada vez mais cautelosos com o desperdício e crescentemente preocupados com o impacto ambiental e social das suas compras.

De acordo com a 13.ª Pesquisa Anual de Compras de Natal da Accenture, 45% dos compradores disseram que são mais propensos a fazer as suas compras de Natal em retalhistas que abordam questões sociais mais amplas através das suas práticas comerciais e condições de trabalho.

Além disso, metade dos entrevistados afirmou que, devido ao impacto ambiental negativo das opções de transporte rápido, que incluem o uso de aviões em vez do transporte terrestre, além do envio de vários itens separadamente, para agilizar a entrega, optaria por opções com menor impacto ambiental, como remessas mais lentas ou recolha na loja. “Entramos na era do retalho responsável, onde os consumidores estão a tornar-se mais conscientes do ponto de vista ambiental e social e cada vez mais se voltam para marcas que não falam apenas sobre responsabilidade, mas também a demonstram através das suas práticas de negócio”, afirma Jill Standish, senior managing director e responsável de Retail Practice da Accenture. “Os retalhistas precisam de projetar os seus produtos e os seus negócios em torno de iniciativas responsáveis. Quem já está nesse caminho pode ter vantagem sobre os concorrentes nesta temporada e no futuro”.

A tendência do retalho responsável é um bom presságio para os negócios de aluguer e revenda. 24% de todos os entrevistados disseram que provavelmente vão alugar roupas para festas de fim de ano. Além disso, 48% considerará dar roupas de segunda mão como presentes e mais ainda – 56% – que gostaria de receber presentes desse tipo.

FONTE: Revista Grande Consumo