Mercadona e Lidl ganham quota de mercado em Espanha

11 setembro 2019

A Mercadona reforçou a sua posição de liderança no segundo trimestre, detendo agora 26,1% dos gastos em Fast Moving Consumer Goods em Espanha, com um crescimento de 1,2 pontos face a 2018.

De acordo com os dados da Kantar, a Mercadona iniciou o ano com um crescimento mais moderado, mas com o decurso dos meses e com um forte contributo dos frescos, voltou a registar as taxas de crescimento de anos anteriores.

O Carrefour, que terminou 2018 com uma descida de 0,2 pontos, recuperou este ano. Após um bom arranque, manteve a sua posição nos meses mais recentes, com 8,7% de quota de mercado, 0,3 pontos mais que há um ano. O crescimento do grupo francês ficou a dever-se aos frescos e produtos biológicos, assim como ao bom desenvolvimento do online em 2019.

O Grupo DIA, por seu turno, manteve-se como a terceira insígnia mais popular em Espanha, com 6,6% de quota de mercado, menos um ponto que há um ano. “O Grupo DIA e o Carrefour tiveram várias mudanças de gestão em anos recentes e toda a indústria está na expectativa do resultado das mesmas. O Carrefour já fez bons progressos em algumas secções, mas ainda tem alguns desafios pela frente, especialmente para tornar os seus hipermercados atrativos aos consumidores espanhóis, que têm cada vez mais opções. No caso da DIA, apesar de todas as dificuldades, continua a ser um retalhista importante para os lares espanhóis e enfrenta um importante desafio na capitalização da sua área de vendas e melhoria da sua imagem. Neste sentido, tudo indica que o preço será uma vez mais uma vez um fator chave para ganhar a confiança do consumidor, com o sector a esperar ajustamentos na segunda metade do ano”, afirma Florencio García, Retail & Catman Sector Director na divisão Worldpanel.

O Lidl manteve a sua taxa de crescimento e foi o segundo maior retalhista em termos de número de clientes, o que permitiu aumentar a sua quota de mercado em Espanha e ganhar 0,7 pontos, alcançando os 5,6% no segundo trimestre, posicionando-se como o quarto maior retalhista.

FONTE: Revista Grande Consumo

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.
Saiba mais sobre cookies OK Decline