Como combater o desperdício alimentar e ajudar o planeta?

06 junho 2018

O Dia Mundial do Ambiente comemorou-se ontem e o Economize traz-lhe dicas sobre como evitar o desperdício dos alimentos e poupar nas refeições: desde a organização do frigorífico à preparação das marmitas.

Ao colocar os bens alimentares cujo prazo de validade está prestes a terminar à frente dos restantes no frigorífico, para serem consumidos em primeiro, pode estar a ajudar mais as suas poupanças e o planeta Terra do que aquilo que imagina. O Dia Mundial do Ambiente comemora-se esta terça-feira, dia 5 de junho, e o Economize reuniu neste artigo os conselhos da Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco Proteste) sobre como aproveitar melhor os alimentos, entre os quais se encontram:

* Distinguir entre data-limite de consumo (“consumir até…”) e durabilidade mínima (“consumir de preferência  antes de…”)
* Preparar as refeições em casa
* Reaproveite as sobras para fazer outras refeições

“Se sobrar carne pode fazer empadão. Do pão pode fazer torradas ou tostas. Assados no forno ganham vida e cor ao juntar fruta. Neste caso, opte por fruta mais madura. Batidos e sumos são também uma boa opção para consumir a fruta madura”, exemplifica a Deco. A associação aconselha ainda a que o consumidor congele os alimentos que acha que não vai comer no dia seguinte ou nos outros dois. “Alguns frutos, como a banana ou a maçã, aceleram o amadurecimento dos restantes. Guarde-os numa fruteira separada”, acrescenta.

Como organizar o frigorífico?

* Dispor os alimentos com prazo de validade mais perto do fim à frente
* Porta – Ovos, manteiga, margarina, leite, água e sumos
* Prateleira de cima – Iogurtes, queijo, compotas e maionese
* Junto à serpentina de arrefecimento – Carne picada ou de aves (crua), fiambre, peixe, cozinhados, conservas abertas e bolos com creme
* Gaveta – Fruta e legumes

No mundo Ocidental comemos muito, comemos mal e desperdiçamos muita comida. Esta é uma situação que não faz sentido num mundo onde um sexto da população mundial tem fome e onde um terço dos problemas ambientais advém da produção e consumo de alimentos. Esta produção e consumo, associados ao sistema alimentar dos países Ocidentais, está assente numa cultura em que se ignora a pressão sobre os ecossistemas, tanto pela exploração de recursos naturais, como pelos desperdícios gerados, e em que não se dá ênfase a questões de equidade, intra e inter-geracionais.

PERDA – Projeto de Estudo e Reflexão sobre o Desperdício Alimentar (CESTRAS – Centro de Estudos e Estratégias para a Sustentabilidade)

FONTE: Jornal Económico

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.