Vamos abrir 20 supermercados Continente Bom Dia em 2018

16 maio 2018

A cadeia de proximidade do Continente chegou às 100 lojas e planeia inaugurar 70 unidades até 2020. A expansão do formato “Bom Dia” privilegia os grandes centros urbanos mas vai chegar ao interior do país, conta em entrevista ao Hipersuper Amaro Amaral, diretor de operações da insígnia do grupo Sonae

Desde 2012 que a Sonae está a investir estrategicamente na expansão da cadeia de proximidade Continente Bom Dia? Por que a expansão da marca se faz neste formato?
De facto, foi em 2012 que a aposta em lojas de proximidade aumentou, em resposta à tendência atual de consumo, em que se valoriza muito mais a conveniência e espaços mais pequenos, nos quais as pessoas podem rapidamente fazer o seu cabaz de compras e ter um atendimento mais personalizado. Esta tendência surgiu no período de crise, altura em que os portugueses passaram a fazer compras de menor dimensão, mas com mais frequência, o que favorece os espaços mais pequenos em detrimento dos hipermercados, cujo formato tem mantido uma grande resistência no contexto nacional, graças às alterações que foram sendo feitas – nomeadamente, nas lojas Continente -, transformando-se em espaços mais confortáveis e acolhedores. Sabendo disto, o Continente foi progressivamente alargando a sua rede de lojas de conveniência, chegando agora à loja número 100, com a abertura da loja da Avenida Duque de Loulé, em Lisboa.

Que balanço destes seis anos de expansão? Como evoluiu este formato, neste período, no que diz respeito ao layout e design das lojas, ao sortido e serviço ao consumidor?
O balanço é muito positivo, como o demonstra a aposta que temos feito neste formato nos últimos anos. Temos adaptado os espaços de acordo com as necessidades do mercado, mas diria que, atualmente, as nossas lojas se assemelham muito mais ao visual dos mercados tradicionais, com o conforto e ambiente próprios de um espaço contemporâneo, onde o cliente pode facilmente encontrar toda a marca própria Continente, as grandes marcas líderes e frescos variados de elevada qualidade. O atendimento simpático e de proximidade com os nossos clientes, é uma obsessão das equipas Bom Dia.

O formato Bom Dia integra sempre mais do que uma insígnia, além do Continente, como a Note e a Well’s? Ou não é linear?
Na maioria dos casos, as lojas contam com o apoio de um espaço Well’s, mas não é garantido que assim seja sempre, pois cada espaço tem as suas particularidades. De qualquer forma, procuramos sempre disponibilizar às populações serviços integrados, nomeadamente, com espaços Well’s e Note!.

Investiram três milhões de euros para abrir a 100ª loja em Portugal, na cidade de Lisboa, com uma área superior a 1.000 metros quadrados. O investimento permitiu a criação de 54 postos de trabalho. Este é o investimento médio por cada abertura e a dimensão média destas lojas?
Sim, esses números enquadram-se nos padrões deste tipo de loja, mas cada espaço tem as suas particularidades. De acordo com as características do conceito de proximidade, pretende-se que cada loja se enquadre na malha urbana em que se instala e que tenha uma área de vendas entre os 700 e os 1.500m2, sempre que possível com parque de estacionamento.

Têm planos para abrir 70 lojas “Continente Bom Dia” até 2020, um investimento estimado em 200 milhões de euros. 170 lojas é o que considera ser o parque ideal em Portugal? Ou a expansão vai prosseguir nos anos seguintes?
Estabelecemos objetivos a três anos de distância, para definirmos o caminho que queremos percorrer. Nos últimos anos temos aberto cerca de 20 lojas por ano e pretendemos manter este ritmo, sabemos que as circunstâncias mudam todos os dias, por isso, a estratégia pode ir sofrendo adaptações ao longo do tempo.

Estimam criar três mil novos postos de trabalho com este investimento, uma média de 42 postos de trabalho por loja?
Acima de tudo o que pretendemos é continuar a contribuir para a criação de postos de trabalho e para a fixação das populações nas suas áreas de residência. Com o crescimento do parque de lojas, é natural que o número de postos de trabalho acompanhe esse progresso.

Quantas vão abrir concretamente este ano? Em que localizações?
Prevemos abrir 20 lojas este ano, em linha com o número de aberturas dos últimos anos, em vários pontos do país, que serão oportunamente conhecidos.

Expansão prioriza grandes centros urbanos
A Grande Lisboa, e também o Grande Porto, continuam a ser uma aposta para abrir lojas neste formato de proximidade?
Como este formato de proximidade é mais adequado para meios urbanos, a aposta nos dois distritos mais populosos do país continua a fazer sentido. No entanto, as aberturas não se limitam à Grande Lisboa e Grande Porto. Posso assegurar que vamos apostar, também, noutras localizações, em particular naquelas em que a nossa rede não é tão extensa. Por exemplo, este ano já abrimos um Bom Dia na Guarda e dois outros em Setúbal.

Em regiões do interior, também?
Pretendemos chegar ao maior número de portugueses possível e, por isso, a aposta passa por chegar a mais localizações do interior, dando, no entanto, prioridade aos grandes centros urbanos.

Como estão a pensar o futuro da cadeia para aproximá-la daquilo que se considera ser hoje a loja do futuro?
O “Hiper do Futuro” é a expressão que resume a visão do Continente para os grandes formatos. Um conceito que a marca tem procurado implementar nas novas aberturas e na reconversão de espaços estratégicos. Este conceito de loja reflete as melhores práticas internacionais de retalho, mas também foi inspirado nos mercados tradicionais. Já foi implementado na loja de Cascais, de Matosinhos, do Centro Comercial Nova Arcada, em Braga, e, recentemente, na loja do Centro Comercial Colombo. Os “Hípers do Futuro” têm um estilo decorativo moderno e inovador, marcado pelos tons naturais, como a madeira, o que favorece o conforto e destaca a qualidade dos produtos, acabando por facilitar a escolha do consumidor.
No caso concreto do Bom Dia, 80% das lojas são muito recentes, com uma imagem muito moderna. São as lojas mais avançadas por exemplo no que diz respeito à eficiência energética. As restantes 20% ou foram ou estão a ser remodeladas para o novo conceito.

Para quando as entregas das compras feitas no continente.pt nas lojas Bom Dia, através da adoção de serviços como pick up points ou drive?
Neste momento temos um pick up point a que chamamos Click and Go em piloto e vamos abrir este mês mais quatro, porque está a correr francamente bem. Ao longo do ano muito mais lojas aderirão ao conceito.
O Continente Bom Dia tem em marcha um projeto piloto para a recolha das compras online – Click and Go – um teste que está a “correr bem” e durante o mês de maio vai replicado em quatro lojas. Até ao final do ano, mais lojas implementarão o conceito de pick up point

O Continente Bom Dia está preparado para “competir” com a retalhista espanhola Mercadona, que abre as primeiras lojas em 2019? Quais os pontos fortes deste formato?
Encaramos a entrada de um novo operador com naturalidade, por tudo o que referi acima. Respeitamos muito o trabalho de cada um dos nossos concorrentes, mas estamos certos de que a nossa operação e as nossas equipas serão capazes de manter a competitividade da marca e da proposta.
Conhecemos muito bem os portugueses e temos uma relação de confiança há muitos anos, se adicionarmos a capacidade que na Sonae temos para melhorar continuamente indo de encontro à satisfação dos nossos clientes, vamos ser cada vez mais competitivos.
A aceitação do Continente Bom Dia é grande e a recetividade em cada nova abertura é cada vez maior, a nossa máxima é “O cliente no centro de tudo” e creio que os clientes têm percebido isso.

FONTE: Revista Hipersuper

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.
Saiba mais sobre cookies OK Decline