Gastos do consumidor britânico continuam a cair

11 agosto 2017

Os gastos dos consumidores no Reino Unido caíram pelo terceiro mês consecutivo em julho. É a primeira vez em quatro anos que houve uma queda de três meses, atribuída pelos analistas ao Brexit.

Em julho, as despesas caíram 0,8% em relação ao ano anterior e experimentaram quedas similares em maio e junho. Esta situação não acontecia desde fevereiro de 2013, quando a economia ainda estava a recuperar da crise financeira.

Desta vez, o Brexit está a pesar nos gastos do consumidor britânico. Na semana passada, o Banco da Inglaterra baixou a previsão de crescimento económico para 2017 e 2018, principalmente porque os salários não estão a crescer tanto quanto o esperado. O crescimento salarial mais lento é ampliado através da inflação causada pelo Brexit e pelo enfraquecimento da libra.

As vendas de roupas caíram 5,2% em julho, a segunda maior queda num período de cinco anos. Tal facto não gera surpresa, vendo como os britânicos importam principalmente as roupas.

O sector da hotelaria não sofreu tanto quanto o resto da economia, porque muitos britânicos decidiram ir de férias localmente, gastando mais dinheiro nos seus próprios estabelecimentos.

FONTE: Revista Grande Consumo

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Próximos Eventos

Redes Sociais

Top
Cookies make it easier for us to provide you with our services. With the usage of our services you permit us to use cookies.
More information