Gastos do consumidor britânico continuam a cair

11 agosto 2017

Os gastos dos consumidores no Reino Unido caíram pelo terceiro mês consecutivo em julho. É a primeira vez em quatro anos que houve uma queda de três meses, atribuída pelos analistas ao Brexit.

Em julho, as despesas caíram 0,8% em relação ao ano anterior e experimentaram quedas similares em maio e junho. Esta situação não acontecia desde fevereiro de 2013, quando a economia ainda estava a recuperar da crise financeira.

Desta vez, o Brexit está a pesar nos gastos do consumidor britânico. Na semana passada, o Banco da Inglaterra baixou a previsão de crescimento económico para 2017 e 2018, principalmente porque os salários não estão a crescer tanto quanto o esperado. O crescimento salarial mais lento é ampliado através da inflação causada pelo Brexit e pelo enfraquecimento da libra.

As vendas de roupas caíram 5,2% em julho, a segunda maior queda num período de cinco anos. Tal facto não gera surpresa, vendo como os britânicos importam principalmente as roupas.

O sector da hotelaria não sofreu tanto quanto o resto da economia, porque muitos britânicos decidiram ir de férias localmente, gastando mais dinheiro nos seus próprios estabelecimentos.

FONTE: Revista Grande Consumo

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
28
29
30
31

Redes Sociais

Top
Cookies make it easier for us to provide you with our services. With the usage of our services you permit us to use cookies.
More information