Dois em cada 10 portugueses perderam rendimento em 2021

23 novembro 2022

No segundo ano da pandemia, mais de 60% das famílias conseguiram manter um rendimento líquido semelhante ao de 2020, em linha com a média da União Europeia. Mas houve um quinto a aumentar.

No segundo ano da pandemia, 18% dos portugueses viram o seu rendimento líquido descer face a 2020, mostram os dados do Eurostat divulgados esta terça-feira e que mostram o impacto da covid-19 nas condições de vidas dos europeus durante a fase crítica da crise sanitária.

Comparando com os 26 Estados-membros para os quais existem dados (não há informação para a Hungria), Portugal foi o 11.º país em que mais pessoas reportaram ter visto o rendimento diminuir em 2021 face ao ano anterior. Nos piores lugares da tabela figuram Chipre, Grécia e França, com 27,6%, 24,7% e 26,3% da população a reconhecer uma diminuição, respetivamente.

Para continuar a ler esta notícia, clique aqui

FONTE: Jornal de Negócios

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.