Lucro do Banco de Fomento indigna empresários com apoios por receber

20 outubro 2022

Banco Português de Fomento registou quase 23 milhões de euros de lucros do banco em 2021, ano em que muitos gestores contavam com apoios que continuam por pagar. Empresários falam em "impasse" e "inoperância" e esperam "mais celeridade" para responder à subida de preços.

Os empresários estão chocados com o aumento de 135% dos lucros registados pelo Banco de Fomento (BPF) em 2021, avança esta quinta-feira o jornal Público. Em causa estão os quase 23 milhões de euros de lucros do banco, num ano em que muitos gestores contavam com apoios que continuam por pagar.

A indignação dos empresários face aos lucros do Banco de Fomento é particularmente dura no Norte, que é a região com maior peso empresarial e onde está a sede do banco. Lamentam que o banco comunique lucros de 23 milhões num ano de "impasse" e "inoperância" e esperam "mais celeridade num momento em que enfrentam aumentos brutais nos custos".

Mas cerca de metade do lucro é mero efeito contabilístico. Numa análise ao relatório e contas do BPF, verifica-se que 11,6 milhões não correspondem a qualquer liquidez. O montante é atribuível à Portugal Ventures, detida em 80% pelo BPF, e resulta praticamente todo de uma revisão do valor de algumas das suas participações financeiras.

Para continuar a ler esta notícia, clique aqui

FONTE: Jornal de Negócios

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.