Se acha que esta crise é igual às outras, não está a prestar atenção

04 agosto 2022

Nos telejornais e revistas, na boca de políticos e economistas, tornou-se um lugar comum dizer que estamos a viver uma crise. No entanto, pelo menos para já, ela existe num ambiente de crescimento económico e desemprego controlado. Depois de anos que nos fizeram duvidar dos mecanismos económicos mais básicos, este momento volta a obrigar-nos a questionar o que sabemos sobre como eles funcionam e a ajustar as nossas expectativas.

Depois do maior crescimento em meio século, a maior travagem em 80 anos. Perdas de poder de compra convivem com níveis de crescimento económico elevados, salários não acompanham a subida de preços, governos hesitantes em gastar apesar de contas públicas controladas, consumidores mais pessimistas mas a gastarem cada vez mais. Encontramos estas inconsistências um pouco por todas as economias avançadas. O Banco de Pagamentos Internacionais (BIS) diz que não há “paralelos históricos” que nos ajudem a perceber o momento que estamos a viver. Se alguém lhe disser que tudo isto é “business as usual”, desconfie. Se lhe assegurarem que basta aplicar as receitas que já conhecemos, duvide. Esta não é uma crise típica.

Para continuar a ler esta notícia, clique aqui

FONTE: Revista Exame

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.