Novas isenções de IRS para ex-emigrantes e jovens só no verão

07 março 2022

Até à aprovação do Orçamento do Estado para 2022, as retenções na fonte mantêm as regras atuais. Acerto com o fisco só chegará em meados do próximo ano, com os reembolsos.

Os emigrantes regressados a Portugal no ano passado e no atual, e também os jovens recém-licenciados ou doutorados, só deverão ver as isenções de IRS de que poderão beneficiar em 2022 refletidas no salário líquido mensal a partir do verão. O governo garante no entanto que o benefício poderá ser aproveitado ainda na sua totalidade, mas mais tarde, pela via de reembolso fiscal.

No primeiro caso, o dos ex-emigrantes, vai ser preciso continuar a reter imposto na fonte sobre a totalidade dos rendimentos até que haja Orçamento do Estado de 2022. Com a demora na proposta das contas do Estado, que não deverá vigorar antes de junho, está travada a continuidade das medidas fiscais do programa Regressar, prometida pelo governo para quem escolheu voltar ao país já depois do ano de embate da pandemia, 2020, que limitou fortemente a mobilidade internacional e as migrações.

Para continuar a ler esta notícia, clique aqui

FONTE: Dinheiro Vivo

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.