Emprego no Norte regista maior crescimento dos últimos 18 anos

21 junho 2017

A região Norte assistiu, no primeiro trimestre deste ano, ao mais acentuado crescimento do emprego dos últimos 18 anos, pelo menos, tendo aumentado 4,2% em termos homólogos, conclui o relatório Norte Conjuntura, da Comissão de Coordenação da Região Norte (CCDRN).

A região Norte terminou o primeiro trimestre deste ano com 70,1% da população entre os 20 e os 64 anos empregada, o melhor valor dos últimos oito anos.

"Seguindo a tendência a nível nacional, a Região do Norte assistiu, no primeiro trimestre de 2017, à aceleração do crescimento do emprego, atingindo, em termos homólogos, a variação mais elevada de que há registo", ou seja, "desde há, pelo menos, 18 anos", sublinha o Norte Conjuntura, o relatório trimestral da Comissão de coordenação e Desenvolvimento da Região Norte (CCDRN), divulgado esta terça-feira, 20 de Junho.

A subida de 4,2% no emprego da região, em relação a um ano antes, equivale a mais cerca de 65 mil pessoas empregadas, depois de no trimestre anterior ter crescido 2,2%.

De acordo com o mesmo relatório, o crescimento da população empregada na região, entre o primeiro trimestre de 2016 e o deste ano, foi responsável por quase metade (45%) do aumento registado ao nível nacional.

A região Norte terminou o primeiro trimestre com 70,1% da população entre os 20 e os 64 anos empregada, "atingindo o valor mais elevado dos últimos oito anos".

A subida verificada foi sobretudo impulsionada pelo ramo de actividade dos transportes e armazenagem, com mais cerca de 16 mil pessoas empregadas do que um ano antes, o que representa um aumento homólogo de 37,4%, e pelas actividades de consultoria, científicas, técnicas e similares, com mais cerca de 14 mil empregados, o que traduz um crescimento de 24,1% face ao mesmo período do ano passado.

Seguem-se os sectores do alojamento, restauração e similares - mais 12 mil empregados (um aumento homólogo de 21,1%); da educação - mais 11 mil pessoas empregadas (subida de 9,6%); e ainda das actividades administrativas e dos serviços de apoio - mais 9 mil empregados (crescimento de 23,6%).

FONTE: Jornal de Negócios

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
28
29
30
31

Redes Sociais

Top
Cookies make it easier for us to provide you with our services. With the usage of our services you permit us to use cookies.
More information