Setor da distribuição adopta medidas do ‘Simplex+’

08 março 2018

Estas medidas são destinadas à simplificação da comunicação com o consumidor e à facilitação da gestão das empresas em matéria de fiscalização.

A APED – Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição acolheu com agrado a aplicação, agora nos espaços de retalho e distribuição, das medidas integradas no Programa Simplex+.

Estas medidas são destinadas à simplificação da comunicação com o consumidor e à facilitação da gestão das empresas em matéria de fiscalização.

“Com o objetivo de uniformizar a informação a prestar aos clientes, as empresas do setor passam a ter acesso à plataforma online https://comunicarconsumidor.gov.pt/, na qual poderão descarregar toda a nova sinalética com as obrigações legais ou facultativas do espaço, como o livro de reclamações, horário de funcionamento, a proibição de fumar ou o acesso a animais”, assegura um comunicado da APED.

Segundo a associação dos maiores distribuidores em território nacional, esta nova sinalética tem um novo ‘design’, “mais simples e fácil de interpretar” e “pode ser afixada na nova placa de informação ou em formato digital, num ecrã ou computador portátil, facilmente acessível ao consumidor”.

Quanto à medida especialmente direcionada às empresas e gestão em caso de ação de fiscalização, a APED esclarece que “os empresários do setor passam agora a ter acesso a uma plataforma na qual estão disponíveis todos os documentos e requisitos necessários que o estabelecimento terá de cumprir nestas situações”.

As medidas ‘Informação ao Consumidor + Simples’ e ‘Plataforma das Fichas Técnicas de Fiscalização’ foram apresentadas esta manhã num evento que contou com a presença da secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa, Graça Fonseca; e do secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Alexandre Ferreira.

Estas medidas do ‘Simplex+’ “são mais um passo em prol da modernização e simplificação administrativa e legislativa, uma das prioridades da APED e dos seus associados”, garante o referido comunicado da associação do setor da distribuição em Portugal.

FONTE: Jornal Económico

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.