Cabra D’Ouro de Rebocho, Coruche, a funcionar normalmente

10 agosto 2020

Pequena quebra na venda de leite compensada com maior venda de queijos.

A agropecuária Cabra D’Ouro, localizada em Rebocho, Coruche, manteve-se em actividade durante o estado de emergência tendo aumentado as vendas de queijo nomeadamente para lojas tradicionais.

A única quebra registada em termos de vendas foi de leite, dado que uma das empresas compradoras reduziu, temporariamente as suas necessidades em cerca de 15 por cento, situação que foi entretanto normalizada, como explica Willy Hulshof, sócio gerente da empresa.
Segundo ele, as pequenas mudanças feitas a nível do funcionamento da empresa nos últimos meses tiveram como objectivo cumprir as recomendações da Direcção Geral de Saúde.

Fundada em 1990 por duas famílias holandesas, a agro-pecuária Cabra D’Ouro possui 950 cabras em ordenha, 280 chibas, 200 cabritas e 17 machos reprodutores, sendo todos os animais de raça Saanen, originária dos Alpes Suíços e escolhida por ser altamente produtiva.

Nas suas modernas instalações fabrica queijo fresco e queijo Gouda (tipo Holandês) e Campestre – queijo com ervas aromáticas para barrar, para o qual usa cerca de metade do leite, sendo o restante vendido para outras queijarias e fábricas. A Cabra d’Ouro é conhecida pela alta qualidade dos seus produtos; os queijos são famosos e para comprar gado há uma lista de espera. A empresa gere um volume bruto anual de oitocentos mil euros.

As instalações da empresa incluem um pavilhão aberto para os animais adultos, um pavilhão aberto para as chibas, uma maternidade para os recém-nascidos, uma sala de ordenha e um armazém para diferentes tipos de alimentação. Para além dessas instalações, a quinta dispõe de uma queijaria totalmente equipada, um amplo escritório, duas casas espaçosas e uma casa secundária. Todos os edifícios estão em bom estado.
Questionado sobre as Festas de Nossa Senhora do Castelo, em Coruche, que habitualmente ocorrem a 15 de Agosto, mas que este ano foram canceladas, Willy Hulshof reconhece a importância daquele tipo de festas para o desenvolvimento cultural e económico das pequenas localidades mas diz não ter opinião sobre as tradições religiosas. “A fé varia de pessoa para pessoa. O mais importante é o seu comportamento”, sublinha.

FONTE: O Mirante

Associadas

Parcerias

Objectivos

‘‘Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...

Calendário

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Próximos Eventos

Não existem eventos programados!

Redes Sociais

Top
ATENÇÃO: Este site apenas usa os cookies para lhe facilitar a navegação enquanto utilizador.