.

O primeiro-ministro convidou na quarta-feira os empresários chilenos a fazerem a expedição de Fernão Magalhães em sentido contrário, em direcção ao mercado português, falando em oportunidades de negócios nos sectores agro-alimentar e da gestão florestal.

António Costa falava na sessão de abertura do seminário Portugal/Chile investimentos, no Ministério das Relações Exteriores chileno, que contou com a participação de dezenas de empresários dos dois países e que foi encerrado pelo ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.

Com o titular da pasta dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, também presente no seminário, o primeiro-ministro começou por elogiar a estabilidade e a sustentabilidade da trajectória de crescimento económico do Chile.

Tal como acontecera no início desta semana na visita oficial à Argentina, também neste seu primeiro de dois dias no Chile o líder do executivo nacional usou a imagem de Portugal, através do porto de Sines, poder ser a porta de entrada das exportações chilenas para o mercado da União Europeia.

Mas, no caso do Chile, o primeiro-ministro deixou também uma mensagem para os investidores chileno, destacando a tese de que produzir em Portugal "é estar a produzir no mercado da União Europeia".

No caso das florestas, António Costa referiu que o seu Governo tem em curso um conjunto de alterações legislativas, tendo em vista melhorar a protecção ambiental e valorizá-las do ponto de vista económico.

"Em Portugal, ao contrário do que acontece no Chile, a grande maioria do património florestal está nas mãos de privados e tem uma área de muito reduzida dimensão, o que dificulta qualquer objectivo de rentabilização económica. Mas, há agora um novo quadro jurídico para sociedades de investimento, tendo em vista uma gestão integrada através do pagamento de uma renda a cada um dos pequenos proprietários", especificou.

O líder do executivo referiu-se depois "à grande experiência" chilena no agroalimentar, dizendo neste campo que Portugal "está a desenvolver as áreas de regadio para aumentar as produções".

"Da mesma forma que vieram empresas portuguesas para o Chile para produzirem vinho, estou certo que há empresas chilenas que podem produzir já em Portugal, na Europa, determinados produtos", disse.

Também segundo o primeiro-ministro, no domínio do empreendedorismo tecnológico, a segunda edição da Web Summit, em Lisboa, "é uma grande oportunidade para as 'startups' chilenas encontrarem parcerias com [empresas] portuguesas ou de qualquer outra parte do mundo".

Neste seminário, a AICEP (Agência para o Investimento e Comércio Externo para o Comércio Externo de Portugal) assinou um convénio de colaboração com a Invest/Chile.

O presidente da ASICEP, Castro Henriques, considerou que o mercado do Chile "assume uma posição crucial na América Latina, devido à economia aberta e estável".

FONTE: Jornal de Negócios

Observatório do Leite (MMO)

Click para aceder ao Observatório do Leite (MMO)

Rotulagtem de Origem do Leite

  • Mais Lidas
  • Últimas

Amantes de queijo, boas ...

Novo estudo desfaz mitos e sublinha que os queijos, iogurtes e leite gordos não aumentam o risco de sofrer de problemas do ...

2017-05-10 07:50:29

Indústria não se compromete ...

Unileite poderá ter um papel fundamental para impulsionar uma atualização do preço do leite pago aos produtores na ilha de ...

2017-05-18 02:20:29

Novos OIKOS Fondue de Fruta

Como sabe OIKOS é, para muitos, o Melhor Beijo do Mundo. E se antes o prazer já era imenso, agora é ainda maior com a ...

2017-05-09 00:22:27

Montiqueijo cria requeijão de ...

De forma a contribuir para a redução do desperdício, que é uma das grandes preocupações atuais da Comissão Europeia, a ...

2017-05-03 05:37:08

Leite naturalmente rico em ...

Projeto nascido na universidade está a ser desenvolvido em parceria com a Unileite e vai criar mais-valia no mercado. A ...

2017-05-25 08:10:16

Pagar faturas a horas ...

O mais recente Barómetro de Práticas de Pagamento apurou que nove em cada dez empresas na Europa Ocidental têm dificuldades ...

2017-05-08 23:54:02

Yoco lança duas novas ...

Yoco da Nestlé lança, em 2017, duas novas referências na gama Yoco Líquido Palhinhas: Yoco Sem Lactose e Yoco com -30% de ...

2017-06-23 07:54:38

Futuro da alimentação ...

Sabe como será o futuro da alimentação e dos sistemas da cadeia de valor alimentar? Nos próximos dias 28 e 29 de junho, ...

2017-06-23 07:45:29

Gastos dos portugueses ...

São mais os portugueses a planear aumentar os seus gastos ao longo deste ano do que aqueles que planeiam aumentar as suas ...

2017-06-23 07:32:38

A sua empresa está preparada ...

A nova versão do ficheiro SAF-T entra em vigor a 1 de julho e vai afetar mais de um milhão de empresas em Portugal. No ...

2017-06-23 07:15:38

Export Portal anuncia ...

Export Portal anuncia lançamento de novo site para ajudar empresas em transações internacionais.    O ExportPortal.com ...

2017-06-23 07:08:16

Empresários vão poder fazer ...

O Governo implementou uma das medidas do Simplex+ que alargam as funcionalidades do cartão de cidadão. A partir de agora os ...

2017-06-23 07:02:04

Parcerias

A ANIL participa em diversos organismos Nacionais e Internacionais

Estamos Aqui

Objectivos

Os objectivos da ANIL centram-se na defesa dos interesses e representação do sector, no acompanhamento das matérias legislativas, normativas, ambientais, económicas e técnicas que contribuam para o desenvolvimento da indústria láctea em Portugal...